Banco do Brasil adotará OpenOffice em 2006

Alexandre Barbosa
Agência Estado, 16 de março de 2006 - 15:32

Aplicativo de automação de escritório de código aberto substituirá pacote da Microsoft.

SÃO PAULO - O Banco do Brasil decidiu substituir todas as suas licenças do Microsoft Office pelo pacote de escritório OpenOffice.org. A suíte de aplicativos de código aberto, gratuita, tem programas para edição de texto, planilhas e apresentações e já foi instalada em mais de 20 mil máquinas do banco em todo o Brasil.

Além disso, a instituição está adotando o Linux nos servidores da agência. Segundo estimativas do BB, até meados deste ano seus 5,5 mil pontos de presença terão servidores rodando Linux.

Segundo nota da instituição, o banco planeja economizar R$ 13 milhões de reais com a migração para o OpenOffice (que pode ser baixado gratuitamente, pela internet).

Em um comunicado separado, a instituição anunciou também o lançamento de um conjunto de programas baseado em software livre para salas de informática do Programa de Inclusão Digital do Banco do Brasil. O projeto tem 1,5 mil telecentros e atende mais de 4 milhões de pessoas.